Fisioterapia pós-emagrecimento

Fisioterapia pós-emagrecimento

Um paciente em processo de emagrecimento seja via cirurgia bariátrica, ou combinação exercícios físicos e dieta, deve ser sempre acompanhado de uma equipe multidisciplinar, envolvendo profissionais como cirurgiões, nutricionistas, fisioterapeutas.  Todos eles ajudarão o indivíduo a enfrentar com mais facilidade o processo de reabilitação e adaptação ao novo estilo de vida.

Quando há grande perda de peso, todo o corpo e percepção dele são alterados, por isso é verdade que o centro de gravidade, que permeia o nosso equilíbrio e propriocepção, sofre mudança também.  Uma vez que o indivíduo está tendo que se adaptar ao seu novo corpo, o cérebro também tem que se moldar aos novos aspectos para manter a funcionalidade sistêmica.  A cada etapa do emagrecimento vencida, há uma alteração da consciência corporal, por isso é interessante o indivíduo investir em uma atividade voltada para postura (pilates, rpg, isostreching, etc) após um período de estabilização da perda de peso. No entanto, é interessante desde a fase anterior ao emagrecimento o treino de percepção da musculatura que favorece a postura e consciência corporal, como os músculos respiratórios e abdominais. Lembrando que nos casos de cirurgias bariátricas, a avaliação e liberação médica para estas intervenções devem ser sempre solicitadas. 

A perda de peso rápida e substancial pode acarretar sim na perda de massa muscular, principalmente quando não há um ajuste entre a nutrição e os exercícios direcionados de maneira adaptada a cada indivíduo. A dor pode surgir pela fraqueza muscular gerada devido essa perda, o que traz sobrecarga para todo o conjunto musculoesquelético. O protocolo de exercícios deve ser elaborado através da análise de cada pessoa, mas num contexto geral os exercícios de fortalecimentos como musculação com utilização de aparelhos ou exercícios isométricos tendem a auxiliar muito no controle da perda de massa muscular, com consequente melhora/manutenção da força e resistência, o que leva a prevenção ou diminuição de dores. 

A fisioterapia participa de todos os momentos do processo de emagrecimento. Caso seja um paciente que realizará a cirurgia bariátrica, podemos intervir no pré-operatório, orientando e ensinando exercícios de consciência corporal e de força a fim de minimizar as perdas que acontecerão no futuro e, também, focando na aplicação dos exercícios respiratórios para que o paciente realize antes e depois da cirurgia durante um determinado período para evitar complicações e reinternações, que são comuns de acontecer no primeiro mês pós-cirúrgico.  Os exercícios usam estratégias de padrões respiratórios simultaneamente com os braços, mas alguns aparelhos também podem ser introduzidos na terapia, caso perceba-se a necessidade do paciente. O objetivo final é melhorar a expansão pulmonar, o padrão respiratório, com consequente melhora das trocas gasosas, o que trará prevenção e/ou minimização das complicações, já que a capacidade respiratória do paciente será alterada durante um tempo.

No pós-operatório imediato, o fisioterapeuta deve retomar os exercícios respiratórios com o mesmo objetivo e depois de algumas horas, após liberação médica e avaliação do paciente, iniciar exercícios metabólicos, que são movimentos de pés e mãos que agem sobre a circulação, auxiliando no retorno venoso e prevenindo problemas como trombose e embolia. Além disso, pode incentivar, orientar e acompanhar o paciente em caminhadas de duração controlada e progressiva, a fim de ativar a circulação como um todo, aliviar desconfortos musculares e abdominais, auxiliar o sistema intestinal, trazendo alivio e conforto para o indivíduo. 

No pós-operatório tardio, a fisioterapia auxiliará na elaboração de um protocolo de exercícios personalizado e criado com os objetivos de ganhar/manter a força muscular, resistência, equilíbrio, propriocepção, postura e consciência corporal, entre outros. Posteriormente a fase de reabilitação, o individuo pode ser encaminhado ao profissional de educação física para continuidade do programa de atividade física. 


Gostou do artigo? Compartilhe!



Autoras: Diamani Caran e Pâmela Bulgarelli, diretoras da Inovar Saúde.

Imagem: Divulgação.

SE INSCREVA NA NEWSLETTER E RECEBA NO SEU E-MAIL AS NOVIDADES DO BLOG SAÚDE ETC E TAL!