Terapias Manuais x Massagens

Terapias Manuais x Massagens

Terapias Manuais x Massagem

Quando se fala em Terapias Manuais logo vem à cabeça aquela bela massagem relaxante com óleos, velas e pedras, num ambiente calmo e cheiroso, não é?

Sim, são incríveis e os efeitos terapêuticos sensacionais. Mas hoje eu vou além da estética e bem-estar e vou te contar aqui os fundamentos e, claro, os segredinhos por trás dessa técnica.




O que é Terapia Manual

Por definição, a Terapia Manual é definida como um processo terapêutico em que se utilizam técnicas com embasamento fisiológico para uma manipulação realizada com mãos, a qual tem a capacidade de produzir a um indivíduo uma série de benefícios como a capacidade de reparo e de cura de um organismo. 


Benefícios da Terapia Manual

As forças mecânicas produzidas pelas manipulações atuam nos tecidos e em processos de reparo após as lesões, em alterações nas propriedades físicas e mecânicas (alongamento, compressão, elasticidade, rigidez e força do tecido), em alterações locais e dinâmicas de fluidos do tecido (sangue, linfa, líquidos extra-celulares e sinovial). Atuam também de forma neuromuscular, incluindo as alterações de postura e movimento e no tratamento a dor. 

Portanto, o papel terapêutico dos recursos manuais vai além da massagem relaxante: facilitam o processo de reparo pós lesão, ajudando no comportamento mecânico e físico do tecido e melhorando força tensiva e flexibilidade; afetam a estrutura do tecido alongando os tecidos com anormalidades como as contraturas e aderências; afetam a dinâmica dos fluidos nos tecidos, pois no tecido lesado ocorre maior demanda de metabolismo e a irrigação sanguínea e linfática é necessária para melhorar o funcionamento celular, auxiliando no processo de reparo, na redução da dor e edema.


A aplicação em Processos pós-Cirurgias Plásticas

Mas será que se aplica também nos tratamentos pós-operatórios de cirurgia plástica, onde a incidência de edema e dor são latentes?

Sim ou Claro?

A fisioterapia demato-funcional tem sido cada vez mais utilizada nos tratamentos pós-cirurgia plástica, devido à utilização de todos esses recursos terapêuticos, minimizando complicações comuns das cirurgias e potencializando o resultado no pós-operatório.




A importância da atuação do Fisioterapeuta

O conhecimento do processo de reparo tecidual pelo fisioterapeuta no pós-operatório de uma cirurgia plástica é fundamental, na medida que tem argumentos para entender a real necessidade de cada paciente, e assim determinar qual a melhor abordagem a realizar durante todo o tratamento.


Portanto, minha dica é: procure sempre um Fisioterapeuta. E se quiser um pra chamar de seu, é só chamar (11) 97316-9546.


Inovar Saúde. Excelência em Pós-Operatório. 


Fontes: LEDERMAN (2001), GUIRRO & GUIRRO (2004), SILVA (2001).


Curtiu? Compartilhe com quem você divide boa informação.





MAIS LIDAS

Saiba como prevenir a trombose pós-cirurgia

Os benefícios e os cuidados de praticar o alongamento

7 alimentos que combatem a ansiedade

Remédios para dormir podem levar à depressão e pressão alta

Afinal, quais os benefícios da drenagem linfática manual?

Saiba porque espreguiçar é tão bom

Brutus acompanha (com atenção) sessão de Drenagem Linfática



Autoras: Dras. Pâmela Bulgarelli e Diamani Caran, Gestoras de Qualidade, Inovação e Relacionamento da Inovar Saúde.

Imagem: Reprodução/Divulgação.


SE INSCREVA NA NEWSLETTER E RECEBA NO SEU E-MAIL AS NOVIDADES DO BLOG SAÚDE ETC E TAL!